Climatização dos ônibus ainda continua em sonho

Parece que a climatização dos coletivos em São Gonçalo vai ficar mais distante. Prometida para início em 2017, com 20% dos coletivos respeitando a norma, o Sindicato das Empresas de Transportes Rodoviários do Estado do Rio de Janeiro (Setrerj) informou que os primeiros ônibus já foram adquiridos e devem começar a circular em breve. Além da data específica não ter sido informada, a quantidade de coletivos que rodam na cidade também não foi divulgada.

Os ônibus municipais em São Gonçalo deverão estar dotados de ar-condicionado até 2020, conforme expressa a lei do vereador Eduardo Gordo (PMDB). Uma emenda legislativa determinou ainda que 20% da frota teria que ser climatizada em 2017; mais 20% em 2018; 30% em 2019 e os 30% restantes em 2020. Segundo a Câmara Municipal de São Gonçalo, esta é uma das principais queixas da população na cidade: o calor dentro dos coletivos e os altos preços das passagens. Andar de ônibus no auge do calor em São Gonçalo é quase pagar um castigo. O calor é absurdo, o coletivo é cheio, as pessoas suam e encostam uma nas outras. É realmente insuportável.

Segundo o Setrerj, o Consórcio São Gonçalo de Transportes está estudando o assunto, já que os veículos não podem ser adaptados. É necessário que toda a frota seja renovada. O órgão lembrou que o contrato de concessão não previa o ar-condicionado. Diante da redução do número de passageiros, aumento dos preços do diesel e congelamento das tarifas, “o Consórcio está avaliando e fazendo o possível para novos investimentos”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *