Prefeitura anuncia cinco novas linhas do Vermelhinho em Maricá

Os moradores dos residenciais Carlos Alberto Soares de Freitas e Carlos Marighella (condomínios do Minha Casa Minha Vida de Inoã e Itaipuaçu, respectivamente) já podem comemorar mais um avanço no transporte público, e gratuito, de suas regiões. Na tarde desta terça (06/02), durante uma viagem em um dos ônibus Tarifa Zero, que fará o itinerário Inoã X Itaipuaçu, o prefeito de Maricá, Fabiano Horta, acompanhado do presidente da Empresa Pública de Transportes (EPT), André Azeredo e de alguns passageiros, anunciou que os Vermelhinhos, a partir de agora, voltam a atender as duas localidades. A nova linha vai funcionar diariamente das 5h às 22h, com intervalos de 1h30.

A previsão da EPT é transportar 3 mil passageiros por dia. O novo itinerário, além de ligar os dois residenciais, também permitirá mais conforto, economia e, principalmente, facilidade na mobilidade entre os bairros. Ao todo, são cinco novas linhas disponibilizadas na cidade. Também já estão em funcionamento as linhas circular Barra (Praça da Divinéia) e Rodoviária-Bambuí. Nos próximos dias devem começar a rodar as linhas Rodoviária-Jaconé e Centro Circular.

Decisão judicial

“O Vermelhinho veio para ficar. Esse é um compromisso desde o governo anterior, com o ex-prefeito Washington Quaquá, e assumido por mim na minha gestão. Essa é uma política pública da qual nós acreditamos e em 2020 só vai ter Vermelhinho circulando em Maricá”, afirmou Fabiano Horta. “Nós estamos ampliando e reafirmando a importância do Vermelhinho para o município. Ainda existe uma decisão judicial que nos impede de circular com o transporte gratuito onde as linhas da Amparo (empresa de ônibus que opera em Maricá) circulam e  por isso estamos identificando as áreas onde não existe conflito com essa decisão judicial e construindo novas linhas. Essa aqui, do Minha Casa Minha Vida, para mim era uma prioridade, pois é uma injustiça os moradores dessas duas localidades caminharem distâncias tão longas na busca por mobilidade”, explicou o prefeito.

Primeiro passageiro a embarcar na linha Inoã-Itaipuaçu, o supervisor Danilo José, de 22 anos, contou que ao avistar o ônibus não acreditou, fez sinal e confirmou o trajeto com o motorista antes de entrar no veículo. “Estou muito feliz com a volta dessa linha. Como muitos eu sou trabalhador e preciso muito do transporte público e ter a opção de um ônibus gratuito é muito bom. Qualquer dinheirinho que se possa economizar é bem vindo”, frisou Danilo.

Novas linhas

De acordo com o presidente da EPT, André Azeredo, inicialmente, são três ônibus fixos na linha de Inoã-Itaipuaçu. “Nós tínhamos uma enorme responsabilidade com os moradores dos condomínios Minha Casa Minha Vida, no sentido de priorizar o retorno do Vermelhinho, e hoje (terça-feira), após acordo com algumas cooperativas, nós colocamos para funcionar esse grande circular entre as duas localidades”, explicou André. “Além disso, com a criação dessas novas linhas, Maricá passa a contar com mais quatro novos trajetos que são as linhas saindo do Centro como o circular Barra que vai até a região da Divinéia e o direto para Bambuí que já estão rodando e também o direto Jaconé e o Centro Circular que até sexta-feira (09) estarão atendendo a população”, adiantou o presidente da EPT.

A dona de casa Márcia Barbosa, de 50 anos, moradora do residencial de Inoã, disse, durante sua primeira viagem na nova linha, o que representa a mudança para a comunidade com o retorno do Vermelhinho. “A volta deste serviço significa muito para nós moradores do Minha Casa Minha Vida. Essa linha vai mudar a minha vida e a de todas as pessoas que precisam sair para trabalhar, ir ao médico e estudar. Temos muitas crianças e muitos idosos que a partir de agora não vão mais sofrer para sair do condomínio. Não vamos mais depender somente das vans”, comemorou Márcia.

“Eu que tenho muitos filhos no colégio tinha um gasto alto todo dia e agora passo a economizar uma grana. Isso aqui é uma vitória para a população inteira. Era uma caminhada muito longa que eu tinha que fazer diariamente, mas agora estou muito feliz com o retorno do Vermelhinho”, disse o mecânico Paulo Alexandre, de 46 anos, morador de Inoã. A aposentada Solange Pires, de 69 anos, moradora de Itaipuaçu, também festejou. “Nós do Minha Casa Minha Vida estamos esperando essa linha há muito tempo. Isso que está acontecendo aqui hoje precisa ser comemorado”, vibrou sorridente.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *