Comerciantes comemoram aumento das vendas no Carnaval

O Carnaval de Maricá vem se consolidando nos últimos anos como um dos principais destinos na Região do Lagos. A prefeitura investe em shows para todas as idades, com palcos distribuídos por toda cidade, além dos diversos blocos de rua inscritos na folia. Nesse ano, a expectativa, segundo a Secretaria de Turismo, é que 700 mil pessoas circulem pelo município durante o Carnaval, quase quatro vezes mais pessoas que os habitantes da cidade (150 mil). Esse aumento reflete no comércio da cidade, principalmente com vendas de bebidas, alimentos e adereços de folia.

Um desses exemplos é a padaria D’Paula, na Avenida Dom Pedrito com Estrada de Itaipuaçu, em São Bento da Lagoa, Itaipuaçu. Em período de folia, as vendas de pães, doces e bebidas chegam a 400% de aumento. É o que garante o proprietário Carlos Oliveira. “Chego a vender 12 mil pães por dia de Carnaval. A venda normal é de 2 mil pães por dia”, afirma Carlos.

Por conta deste aumento já esperado em época de folia ele contratou mais três funcionários extras (um ajudante de padeiro e dois atendentes de balcão). Ao todo, 14 pessoas trabalham no local. “As vendas aumentaram em relação ao ano passado, principalmente o movimento de pães, doces e cervejas”, ressalta o proprietário, informando que comprou dez vezes mais latas de cerveja que a comercialização normal para esse período. Ele também elogiou a estrutura para o Carnaval. “A festa esse ano está melhor organizada”, completou Carlos.

Perto dali, na Estrada de Itaipuaçu, também em São Bento da Lagoa, o proprietário do Bar Dona Cerveja, Joaquim Rodrigues da Fonseca, comemora as vendas em seu primeiro Carnaval à frente do estabelecimento. “O movimento aqui está bom. Comprei dez vezes mais bebidas para o Carnaval e em dois dias o estoque de cerveja praticamente zerou e vou ter que repor amanhã (segunda-feira, 12/02) o para o restante do Carnaval”, festejou Joaquim, acrescentando que está vendendo três vezes mais que em dias normais. “Em dois dias de Carnaval vendi 20 caixas de cerveja em garrafa. Normalmente vendo oito caixas por dia”, disse.

Já no Centro da cidade, a proprietária Camila Figueiredo, da Loja Maluca na Rua Domício da Gama (fica em frente à Previdência Social), declarou que os lucros das vendas nesta folia melhoraram desde o início da semana e também elogiou a segurança para a festa. “A organização deste carnaval está excelente. Está tão seguro que normalmente eu fecho a loja às 18h e durante o carnaval irei fechar às 21h. Os blocos passam lotados de foliões, mas todos estão respeitando e o mais importante, comprando”, contou Camila satisfeita com os eventos da cidade.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *